Entenda todos os elementos que compõem o aço galvanizado: perfil, conexões, ancoragem e proteção e tenha domínio para calcular o consumo de aço necessário em obras de Steel Frame.

 

O primeiro passo para calcular o consumo de aço galvanizado é entender seus elementos

A Dama do Gesso, Helena Rodrigues, desenvolveu um método próprio e simples para estimar a quantidade de aço galvanizado. Dessa forma, você conseguirá calcular o quanto será usado para a sua construção em Steel Frame, fazendo com que você não fique dependente de outros profissionais. 

Mas para conseguir fazer esse cálculo de forma simples e prática, é necessário entender sobre os perfis, conexões, ancoragem e proteção.

Perfil

Os perfis podem ser montante ou guia, sendo mais comum usar o perfil montante em obras de Steel Frame. 

Os perfis podem variar em 90,140,200 e 250mm. Essa variação é a altura da placa do perfil. Em geral, os perfis têm a mesma largura e o que faz com que eles sejam mais resistentes uns dos outros é o lábio (que possui uma pequena variação).

No mercado, os perfil de 90mm e 140mm são os mais comuns, sendo mais simples, rápidos e práticos de se trabalhar.

É preciso também ficar atento com a espessura, sendo as mais comuns de 0,80mm e 0,95mm. E com o espaçamento, que varia de 600mm a 400mm, sendo essa distância calculada de eixo a eixo. 

Conexão

Quando falamos em construção Steel Frame, o perfil não é nada sem os parafusos, ou seja, as conexões. Como a estrutura é articulada é preciso que trabalhe com as conexões corretas e indicadas em norma. Esses parafusos precisam ter resistência a corte, arrancamento, tração e rasgamento.

A norma é prescrita com base nos parafusos auto-atarrachantes, sendo que esses mesmos possuem variações de rosca, cabeça, comprimento, diâmetro, aço e proteção a corrosão.

O parafuso estrutural usado com Steel Frame é o de aço galvanizado, sendo altamente resistente.

Ancoragem

Outro ponto importante é que não adianta o perfil estar certo, as conexões perfeitas se essa estrutura não está ancorada e bem fixada. Hoje, existem dois tipos de ancoragem: a química ou mecânica.

A ancoragem é colocada nas guias inferiores das paredes e, uma boa prática é trabalhar elas de forma alternada com o chumbador de 80cm ou 120cm.

Proteção 

Apesar do aço galvanizado ser muito resistente, e extremamente durável, ele é um material complicado. Quando o aço galvanizado entra em contato com alguns componentes ele gera uma reação química que vai corroendo-o e fragilizando a estrutura. 

Para que essa corrosão não aconteça, temos que ter muito cuidado e protegê-lo. Podendo ser usados dois materiais diferentes: a manta asfáltica ou a banda acústica. 

A manta asfáltica é mais recomendada por ser autoadesiva e impermeabilizante. Ela é muito usada, inclusive, no chão e nas áreas externas. 

Já a banda acústica também pode ser usada, apesar de ser um pouco menos resistente que a manta asfáltica.

Essa proteção por meio de manta asfáltica ou banda acústica deve ser colocada em todo o perímetro da estrutura de aço galvanizado.

Para você que quer abrir uma empresa de construção civil e ofertar o serviço de obras em Steel Frame saiba que o ramo já é um fator de diferenciação no mercado, e é por isso que o Parceiro da Construção fez uma parceria com a Dama do Gesso e tem um curso gratuito: a Maratona do Orçamento Perfeito. Lá você vai descobrir como fazer o cálculo exato do consumo de aço galvanizado em suas obras em Steel Frame.